sexta-feira, 12 de setembro de 2008

TOQUE DE EXCLUSIVIDADE

Um dos mais desejados esportivos brasileiros na virada dos anos 70, o Puma GT 4R 1969 foi enco-mendado pela Revista Quatro Rodas ao pequeno fabricante independente, que vivia o seu auge naqueles primeiros anos. Se não tinha linhas tão harmoniosas quanto as do modelo de produção regular, o 4R trazia soluções interessantes, como as entradas de ar nos paralamas traseiros e os faróis quadrados atrás de carenagens, além de uma frente em cunha que lembrava os então novíssimos Corvette Stingray. Na mecânica, um 1600 standard do VW Zé do Caixão, já que a Puma não quis correr o risco de quebras preparando com seus kits um motor para um carro de tamanha exposição na mídia especializada. Apenas três unidades foram produzidas para a revista (e mais uma, com pequenas modificações, que deveria ter ficado na fábrica, mas acabou sendo vendida posteriormente) e todas sobreviveram ao tempo, entre elas o modelo cobre da foto, exposto em lugar de honra no Brazil Classics 2004 e que, atualmente, faz parte de uma das melhores coleções do Brasil. Sugestão para o simpático Editor da QR, Sérgio Berezovsky: que tal reeditar a promoção com um Lobini H1 4R? Acho que seria um grande sucesso!

4 comentários:

Felipão disse...

Também acredito que faria um grande sucesso...

Aliás, estive com essa Quatro Rodas, capa com o Puma, nas mão por esses dias...

Nostalgia...

Portal Maxicar disse...

Recentemente foi descoberto um 5º exemplar, branco, na Bahia. Na foto o carro aparece jogado dentro de um chiqueiro, em péssimo estado. Uma pena. Pelo que pude apurar, Rino Malzoni fez esse carro um pouco depois dos outros quatro, para dar de presente. Este exemplar tem algumas diferenças em relação aos outros.

Luís Augusto disse...

Achei que este a que vc se refere fosse o no. 4.

Julio Fachin disse...

Pelo que eu saiba foram feitos somente 4. Inclusive conversando com o Anísio Campos, que obviamente possuía uma relação íntima com a marca, ele me confirmou isso. Como estes carros eram literalmente artesanais, não acho difícil um modelo parecido ter sido produzido.