quarta-feira, 3 de setembro de 2008

ESPORTIVO PARA ESPORTISTAS

O que caracteriza os grandes esportivos? Desenho arrojado, potência, tecnologia de ponta, desempenho diferenciado e exclusivi-dade, diria a maioria. O MG TC Midget, com seu design de final dos anos 20, motorzinho de 1.2 litro e 54 cv líquidos de antes da II Guerra, preço acessível e velocidade final inferior à de qualquer barca americana do pós-guerra, no entanto, se tornou um dos esportivos mais famosos de todos os tempos graças a um ingrediente só encontrado nos grandes carros: a capacidade de instigar e divertir o motorista. Produzido entre 1945 e 1950, ele encantou os soldados norte-americanos aquartelados na Inglaterra, que fizeram questão de levar o exótico carrinho na volta para casa, onde nunca ninguém havia pensado em fabricar nada parecido, e abriram caminho para a invasão dos esportivos europeus na América. A personalidade do Midget era tão marcante que, mesmo os modelos de exportação, como este 1948 premiado no Brazil Classics 2008, mantinham a direção à direita. Seus sucessores, apesar dos diversos aperfeiçoamentos técnicos - ou justamente por causa deles - jamais tiveram o mesmo carisma.

4 comentários:

Felipão disse...

Coisa linda...

E com um visual retrô para aquela época...

Paulo Keller disse...

Esse MG é o Mauro Sales e foi restaurado de acordo com a customização da época.

Muito legal o seu blog.

Luís Augusto disse...

Obrigado, Paulo, fico honrado com a sua visita. Pensei que essa fosse do Eduardo Lambiasi, já que foi ele quem recebeu o prêmio em Araxá. Imagino que você seja irmão do Arnaldo, um dos escritores automotivos que eu mais admiro. Devo ter lido as matérias dele na QR Clássicos umas 100 vezes cada uma - o título desse post foi tirado de um comentário dele sobre o Mangusta. Abraços.

Julio Fachin disse...

Esse MG é do Eduardo Lambiasi, que como foi dito, recebeu pessoalmente o prêmio em Araxá neste ano.