terça-feira, 2 de setembro de 2008

O PEQUENO PRODÍGIO

Desde a sua estréia no Brasil em 1976, vencendo o lobby das "Big Three" americanas e da VW, a Fiat nunca esteve para brincadeiras, tendo lançado, logo de cara, o 147, versão aperfeiçoada do ótimo 127 italiano. Mesmo enfrentando concorrentes de peso como Chevette e Brasília, ele logo encontrou seu espaço graças a uma longa lista de pioneirismos, desde o motor transversal dianteiro, passando pelo estepe no compartimento do motor, espaço interno e estabilidade inéditos entre os pequenos, primeiro motor a álcool, primeira pick-up leve, primeiro isso, primeiro aquilo...
Entretanto, um pioneirismo pouco notado pelos consumidores e pouco comentado na literatura especializada - e que deu muito trabalho ao pessoal do desenvolvimento - foi o primeiro painel inteiramente de plástico da indústria automobilística brasileira, como me contou o meu amigo Ronaldo Fachin, que, na época, veio de São Paulo para ajudar a estruturar a fábrica em Betim. O modelo 1977 da foto mereceu lugar de honra no Brazil Classics 2006 ao lado de um Fiat 509 1927 encarroçado por Castagna, exemplar único no mundo, tema para um próximo post.

3 comentários:

Felipão disse...

tinha aquele lance do primeiro Fiat ter sido perdido... ou sorteado numa promoção...

Não me recordo bem...

De qualquer forma, é um carro que me trás muitas lembranças...

Meu avô conserva até hoje, na versão Spazio, poucquíssimo rodado

Luís Augusto disse...

Não conheço esse história. Engraçado vc falar do Fiat do seu avô; o meu ganhou um 147C último modelo em uma loteria em 1986, tendo ficado com ele até 1998. Eu cheguei a dirigir o carrinho e logo me simpatizei com as "enceradeiras", como são conhecidos aqui em BH.

marcello baviera disse...

Felipão eu vi e fotografei o primeiro 147,chassis 000001,ano 76cor prata,que foi mantido ok,o velocimetro registrava menos de 100km!Ele estava em exposição na concessionaria FIAT MILOCAR,na est intendente magalhães,no RJ!