quinta-feira, 6 de novembro de 2008

A ALTERNATIVA BRITÂNICA

Surgidos co-mo opções mais aces-síveis em relação aos exclusivíssi-mos Grand Tourers europeus, os cupês esportivos marcaram época a partir de meados dos anos 50, dando muito prazer nas estradas e até beliscando bons resultados nas provas amadoras de turismo que fervilhavam na Europa, cujas feridas da II Guerra cicatrizavam rapidamente. Enquanto a BMW oferecia o 1600 GT (abaixo), os britânicos da MG desenvolveram uma carroceria fechada partindo do best-seller MGB, tendo como resultado o modelo MGB GT, desenhado por Pininfarina, cuja produção foi de 1965 a 1980. Embora interessante, talvez seja um dos poucos exemplos em que o desenho de um cupê esportivo tenha sido superado pelo do seu equivalente conversível, até porque o projeto original era o do MGB roadster. O modelo British Racing Green 1979 da foto mantém as linhas clássicas dos anos 60, mas já representa outra época, com seu brutal V8 4.0 (195 cv líquidos) oriundo da Buick ocupando o lugar dos britânicos de 4 cilindros 1.8 dos primeiros tempos, e pertence ao publicitário Mauro Salles. Impecável em cada detalhe, esteve em Araxá/2006, mas gosta mesmo é das provas de clássicos - reparem a preparação para as pistas na ausência dos parachoques e nas barras de proteção na cabine.

8 comentários:

Felipão disse...

Uau...

E com na cor tradicional da Grã Bretanha nas competições...

Só faltou a faixa amarela no meio...

Fico imaginando a aceleração com esse monstro embaixo do capô...

Gustavo disse...

Enfim o MG, mais um sonho.
Este ai tem um gemeo, foram restaurados na R&E um especialista aqui de SP, muito bom e caro.
Não sabia que pertencia ao Mauro Salles provavelmente o maior entusiasta da marca no Brasil.
Lindo mesmo.

Gustavo disse...

Tem mais fotos aqui:

http://www.rerestauracoes.com.br/twg15/index.php?twg_album=08_MGB&twg_show=x

Abraços

Luís Augusto disse...

Gustavo, é o mesmo carro. Tenho uma vaga lembrança de terem falado em Araxá que esse é o único MGB GT no Brasil.

Julio Fachin disse...

É exatamente o mesmo carro, a diferença é que nas fotos da oficina ele está sem as bolhas nos faróis. E, como você disse, pertence ao Mauro Salles.

Teca disse...

Que bacana... gostei do verde!

Luis, seu blog é sempre muito instrutivo e esse povo que vem comentar também é um espetáculo! Estou expandindo o horizonte com vocês.

Obrigada.

Beijos.

M disse...

Este carro foi feito no braZil, a partir de um MGB. O motor é o do Range-Rover.

Luís Augusto disse...

Fala sério...
Não é legítimo, então? A mecânica não é da Buick?