quarta-feira, 16 de julho de 2008

O TRABANT

Não tanto pela qualidade construtiva e muito menos pelo preciosismo técnico, os carros do outro lado da antiga Cortina de Ferro vêm despertando curiosidade no meio antigomobilista e alguns colecionadores, liderados pelo jornalista Flávio Gomes, já se empenham em preservá-los. O interessante é que os modelos que mais mobilizam o público são justamente os mais comuns, talvez por serem símbolos de um modo de vida que não existe mais. Em Berlim, por exemplo, é possível nos depararmos com diversos Trabis bem-cuidados - há, inclusive, uma locadora de veículos dirigida a turistas que só trabalha com esses carros - mas quase não vemos mais Wartburgs, seu antigo "concorrente" direto. Fenômeno semelhante ocorre com o Lada 2105, também conhecido como Laika por aqui, que faz mais sucesso do que os conterrâneos Moskvitch, mais raros. O Trabant 1971 da foto esteve no Brazil Classics 2004; seu motorzinho de dois cilindros, dois tempos, 0.6 litro e 25 cv, derivado dos DKW dos anos 30, tem um ruído parecido com o de um moedor de cana e o desempenho... bem, digamos que, em queda livre, ele deve superar os 100 km/h! Por outro lado, não tem problemas de ferrugem, graças à estrutura da carroceria em Duroplast, uma fibra derivada do algodão.

6 comentários:

Igor disse...

Oi Luís!
Se você queria uma inspiração para blogar, encontrou uma mais do que perfeita para você!
Afinal, quem mais iria procurar apartamento para alugar, depois de casado, em que tivesse o maior número de vagas de garagem possível, só para caber todos os carros, novos e antigos? :-)
Abração pra você!

Igor disse...

Ah, a foto do Fusquinha da capa do blog ficou legal demais!!!
Abração

Denise disse...

Oi, Lu. Vi todo o seu blog. Gostei muito e acho que o Pedro também vai curtir. Sempre q estiver aqui em casa (BH) vou dar uma checada nas novidades. Um beijo, Tia Dê.

Luís Augusto disse...

Valeu! Sejam bem-vindos e comentem à vontade!

Julia disse...

Lu, também adorei a foto do fusquinha. Quem é essa gatinha ao seu lado??!! Hehehe. Parabéns pelo blog!!

cRiPpLe_rOoStEr a.k.a. Kamikaze disse...

Pelo menos os primeiros Wartburg tinham um aspecto mais luxuoso, semelhante a alguns Skoda como o Felicia e o Octavia. Depois foram ficando mais parecidos visualmente com um Lada, ainda que conservassem a tração dianteira como os DKW dos quais se originaram. Ao passo que o Trabant tinha a mecânica inspirada nos modelos com motor de 2 cilindros transversal, o Wartburg tinha o motor montado na posição longitudinal como os DKW nacionais.