segunda-feira, 24 de maio de 2010

EXAGERO


Ok, parcerias entre grandes grupos sempre ocorreram na indústria automotiva; o Volvo S40 é o Mitsubishi Carisma, alguns Cadillacs dos anos 90 eram baseados no Omega, sem falar que o motor DKW equipou os primeiros Saab, enquanto Volvo, Renault e Peugeot desenvolveram em conjunto o V6 que acabaria equipando o DeLorean. Até aí, tudo bem. Tudo bem também que o Logus era moderno e, após ter superado os problemas de suspensão e do carburador eletrônico dos primeiros modelos, se tornou um bom carro. Mas, daí a batizar de Wolfsburg Edition uma série especial do modelo, que não passava de uma versão mais bonita do Escort Sedan com emblema da VW, foi um tanto infeliz por parte da montadora alemã. Imagine se a Ford fizesse um Versailles Detroit Edition?

28 comentários:

Mauricio Morais disse...

O dptº. de mktg. faz qualquer coisa pra faturar $$$. Até pintar urubu de amarelo e chamar de meu louro!

Tohmé disse...

Pura merda, como tudo produzido pela Autolatrina....

Arthur Jacon disse...

Pode até ser ruim (embora eu, particularmente, não pense assim), mas tem um belo desenho.

roberto zullino disse...

O meu irmão comprou um novinho e veio me visitar. Quando parou fez uma enorme poça de óleo, na realidade fluido da direção hidráulica, a caixa simplesmente rachou. 600 km.
Depois foi uma vida de consertos até ser vendido ou doado.

Arthur Jacon disse...

Bonitinho, mas ordinário, então. Eu tenho um XR3 da Autolatina - é o mesmo carro, só muda a casca. Tenho sorte, não me dá despesas, praticamente.

Luís Augusto disse...

O Escort é bom , mas os primeiros Logus eram mesmo uma tragédia. Um amigo comprou um GL na época e visitou a concessionária mais de 20 vezes. Posteriormente melhoraram o carro, mas sua imagem (e a do Pointer) já estava comprometida.

Arthur Jacon disse...

Luís, o que será que acontecia, pois até a linha de montagem era compartilhada?

Luís Augusto disse...

Arthur, havia um relato de problemas crônicos na suspensão dos primeiros Logus/Pointer. Experiência pessoal: um amigo comprou um GL que entrava água e cujo carburador eletrônico tinha vontade própria, principalmente com o motor frio (acelerava sozinho até o giro máximo) e o defeito não foi sanado em dois anos com o carro). Outro amigo comprou um CLi cuja primeira marcha nunca entrava sem arranhar (quando entrava). Ambos foram comprados 0Km. Um terceiro amigo comprou um Logus do último ano de fabricação e não teve qualquer problema com o carro (só a gozação dos amigos).

Francisco J.Pellegrino disse...

Relato alguns problemas insolúveis, até que enchí o saco e vendí o carro:

suspensão dianteira barulhenta
alarme disparava sózinho
carburador eletronico

de resto era um carro agradável.

Arthur Jacon disse...

Luís, o Escort das primeiras safras também tinha esses problemas de suspensão. Em situações extremas, a barra estabilizadora escapava porque sua extremidade era encaixada em um terminal esférico, mas não havia qualquer tipo de trava que a prendesse. Uma pena, porque, no caso do XR3, a suspensão é bem durinha, e sua altura, reduzida em relação aos modelos normais, de modo que a estabilidade do carro é muito boa. Gosto muito do estilo desse carro, principalmente pela frente, com os farois duplos e os para-choques contendo a entrada de ar para o motor, os piscas e os farois auxiliares, e pelos para-lamas bojudinhos. O volante tem pega gostosa, em virtude do diametro reduzido e aro grosso. Apesar das mazelas de seu projeto, não deixa de dar prazer na condução. Além disso, é primo distante (pelo menos a carroceria e o painel são parecidos) do sensacional Escort RS Cosworth, feito pela Ford inglesa.

roberto zullino disse...

Já que se fica falando de escorts e seus derivados cabe um alerta.
A suspensão traseira dos escorts foi feita para a europa e basicamente o carro é muito bom, pois consegue ser macio e firme ao mesmo tempo.
Isso é pelo uso de buchas muito grandes de borracha na suspensão traseira. Uma boa solução desde que as buchas sejam novas e de boa qualidade.
Nas nossas condições essas buchas sofrem muito e se desgastam fazendo com que se tenha folga excessiva nas bandejas traseiras.
Não raramente, os escorts velhos capotam na reta e em velocidades moderadas.
As rodas traseiras podem esterçar, pois as buchas estão folgadas e dependendo da via ou dos movimentos que o motorista faz, o carro vira sem a menor chance de controle.
Vi isso acontecer na minha frente na raposo tavares com o escort indo no máximo a 80 km/h.
Portanto, se querem colecionar esses carros tem que verificar o estado das buchas traseiras. Colecionar dá trabalho.

Arthur Jacon disse...

Boa dica. Vou conferir como estão as buchas.

Anônimo disse...

meu nome é Fabio se o logus fosse ruim eu não comprava ,além do que não se tem nada a ver com o escort a não ser a plataforma e a suspensão ,tem mecânica vw e carroceria totalmente diferente ,o versailles se você mudar as lanternas vira um santana ,luis dirija um logus na estrada e vera que é um carro agradável de boa ergonomia não é apertado igual kadett o qual já tive , foi substituído pelo polo classic que muitos pensam que substituiu o ultrapassado voyage carro da década de setenta, carro ruim foi seu antecessor apollo ,que ficou trés anos no mercado ,o logus ficou cinco ,o meu tem injeção eletrônica e a barra estabilizadora e presa por abraçadeira e parafusos , e também o wolfsburg vendeu bem considerando o seu valor ,a massa mediocre gosta de gol carro caro desconfortavel (volante torto ) e visado para roubo que tem a mesma manutenção que o logus ,agora quem procura conforto de dirigir e auto entusiasta compra logus !

Anônimo disse...

fabio

Anônimo disse...

Sou eu de novo ,o mesmo Fabio esqueci de falar ,a publicação é velha mas como proprietário tenho o dever de defender o vw Logus ,ele teve o desenho nos estúdios ghia na italia já o acompanhante sexual (escort) não ,ou seja não é um escort com emblema volks ,esse carro que você falou chama apollo veja no wikipedia .

Anônimo disse...

Esse Luis Augusto não conhece o Logus e não entende nada dele ,a não ser a plataforma ele não tem nada a ver com o Escort,e sim ele é muito melhor que o Escort.

Luís Augusto disse...

Ui!

roberto zullino disse...

discutir carro de pobre é "perca" de tempo.

Anônimo disse...

"discutir carro de pobre é "perca" de tempo."
Não entendi ? Logus é carro de pobre no Brasil e Porsche é carro de rico na Alemanha?

roberto zullino disse...

Nao, Logus eh um coco em qualquer lugar, ser de pobre eh apenas consequencia. Tem cura. Basta trabalhar bastante e ficar rico que larga mania de ter porcaria e compra uns Porsches..

roberto zullino disse...

Nao, Logus eh um coco em qualquer lugar, ser de pobre eh apenas consequencia. Tem cura. Basta trabalhar bastante e ficar rico que larga mania de ter porcaria e compra uns Porsches..

Anônimo disse...

Prefiro ser pobre então ,do que ser preconceituoso e fascista.

roberto zullino disse...

Náo prefere, preferir significa ter escolha, ser pobre não é escolha, é destino e gostar de porcaria só ajuda o destino. Escolha é gostar de Logus.
Preconceito no caso é aplicável, pois todos sabem a priori que o Logus é uma porcaria, não é necessário sequer ter visto um. Interessante a afirmação sobre o fascismo, o Duce ficaria contente em saber que não gostar de carros lixo é uma das condições para entrar no partido do fascio. O Duce gostava muito de carros, todas as Alfa Romeo foram dele, pelo menos é o que os mentirosos de Lyndoia e Araxa falam.

Anônimo disse...

Fordeiro não tem jeito ,Escort é bom e Logus uma merda ,não aceitam que alem de ser mais bonito é muito mais agradavel que o Escort,discutir com escorteiro sim, é perda de tempo.

Anônimo disse...

Fordeiro não tem jeito ,Escort é bom e Logus uma merda ,não aceitam que O Logus alem de ser mais bonito é muito mais agradavel que o Escort,discutir com escorteiro sim, é perda de tempo.

Luís Augusto disse...

Quanto barulho por causa de um Logus...

Anônimo disse...

Claro que ser pobre é escolha, Roberto...você mesmo disse que pra "resolver" basta trabalhar bastante, ou melhor dizendo, ESCOLHER trabalhar bastante. Logo, é escolha, jovem padawan. E sobre o Logus, tenho um Wolfsburg 97, que veio até com nota fiscal da compra. Tá bem novo, mas sempre tem uma coisa ou outra pra fazer. Andei outro dia 200 km com ele, fez 12 km/l no álcool, bem estável na pista, vai a 100 km/h com 2500 RPM, motor 2.0 anda que é uma festa, e é muito, mas muito confortável pra viajar. Temos um Ka 2015 e acho o Wolfsburg mais gostoso de guiar. E ainda bem que não vivemos num mundo aonde nem todos os carros bons são Porsches, tampouco o conceito do que é bom é o mesmo para todos. O que é bom pra você pode ser ruim pra mim, e vice-versa.

stefan luz disse...

Eu tenho um Pointer 95 Gli faz 13 anos que tenho este carro nunca mi deu problema de motor e cambio,somente o normal como ele e preto e moro em lugar sem garagem coberta a pintura foi desgastando coloquei para pintar e fazer alguma funilaria minima. Sobre as bandejas realmente são uma coisa que mi deixava chateado motor muito pesado,um amigo mi recomendou bandejas com borracha de pu para carros esportivos,a melhor coisa que fiz foi trocar por estas bandejas muito boa mesmo o carro fica totalmente alinhado firme nas curva ela e um pouco mais cara mais compensa.