quinta-feira, 28 de outubro de 2010

A MELHOR REVISTA DO MUNDO


A motivação para o post de ontem, sobre a imortal F-40, foi a matéria principal da edição de novembro da Classic & Sports Car, na qual o Jornalista Richard Heseltine tem a "inglória" tarefa de acelerar e comparar a 288 GTO, a F-40, a F-50 e a Enzo em pista molhada, em um instigante e delicioso texto cujo estilo lembra o do Arnaldo Keller, da saudosa QR Clássicos. Em um trecho, ele compara a tarefa de dirigir veículos tão instigantes em piso molhado à de ir ao melhor restaurante do mundo e pedir o prato menos saudável possível; a chance de ter problemas de saúde é enorme, mas o prazer é proporcional ao risco que se corre. Apesar de, obviamente, não haver vencedor ou perdedores em um desafio como este, percebo uma leve queda do Autor pela 288 GTO que, para surpresa deste blogueiro, é a mais rara da quatro, com apenas 272 unidades produzidas (foram 1315 F-40, 349 F-50 e 400 Enzo). Para quem está habituado a textos cheios de chavões e detalhismos que estariam mais adequados em manuais de restauração, a publicação inglesa esbanja bom-gosto e abre as portas de um novo e muito mais fascinante universo. Uma pena que não tenhamos nenhuma publicação impressa no Brasil que chegue sequer perto disso...

4 comentários:

Arthur Jacon disse...

A Quatro Rodas Clássicos era uma boa revista, embora contivesse erros imperdoáveis (ex: a legenda abaixo da foto do painel de um Corcel LDO dizia se tratar de um painel de Del Rey). Depois dela, realmente, nada veio que valesse à pena. A Classic Show, com seus textos intermináveis, a respeito de carros obscuros, perdeu completamente a mão.

Luís Augusto disse...

Oi Arthur. A intenção do post não é comparar a publicação inglesa com a Classic Show, que deve ter seu mercado, considerando sua longevidade. Acredito que ela atenda bem principalmente aos comerciantes do meio antigomobilista. A idéia é despertar o mercado editorial para a necessidade de uma revista mais voltada para o entusiasta, nos moldes da C&SC.

Dario Faria disse...

Olá Doctor Luis.
Há muito tempo atrás ainda conseguia comprar esta revista inglesa na livraria Siciliano, mas a livraria fechou e as revistas importadas ficaram muito caras, restam agora apenas algumas espanholas e portuguesas de autos antigos que ainda consigo encontrar que são muito boas, eu cheguei a mandar matéria de artigos para esta revista C&SC e também muitas fotos minhas foram publicadas paralelamente, eu explico: enviei fotos para meu editor inglês e foram repassadas para esta revista...Mas isto foi em 1997.
Dario Faria

Nikollas Ramos disse...

Esta revista é um arraso mas, como prefiro carros americanos, sempre que posso compro a Collectoble Automobile que e na mesma linha. Dario no rio eu compro todas na banca do Osny, esquina de Rio Branco com Sao Jose.
Em tempo, qual revista inglesa não é referência de qualidade? Três que eu lei de lá: esta, a Popular Photography e a sobre Macintosh que não guardo o nome. São todas ótimas.