quarta-feira, 27 de outubro de 2010

LA PIÙ BELLA MACCHINA DI MARANELLO

Foi como reencontrar uma velha conhecida. Repousando no pátio do Grande Hotel de Araxá estava a Ferrari F-40, sonho de onze entre dez adolescentes aficcionados por automóveis que hoje estão na casa dos trinta e poucos anos de idade. Lembro de ter lido à exaustão o teste da unidade que ficou no acervo da Fiat por algum tempo, conduzido pelo Bob Sharp em uma QR de 1992, guardada como um troféu até hoje (e não costumo colecionar revistas!); posteriormente, soube que não se tratava do mesmo carro exposto em Araxá. No segundo dia do Brazil Classics 2008, desci para perto dela pouco antes do amanhecer e fiquei ali, sozinho, contemplando-a por quase uma hora, provavelmente como os connaisseurs o fazem com as pinturas de Velásquez ou com as esculturas de Michelangelo, absorvido pela sua beleza e por tudo o que ela significa para a maneira como entendemos o nosso pequeno universo, em um momento que levarei comigo para sempre. Provavelmente os leitores se lembrarão de Ferraris mais belas ou mais bem-executadas, mas, para este autor, a F-40 tem status de obra de arte. E só uma autêntica obra de arte é capaz de proporcionar momentos assim a quem aprende a apreciá-la.

15 comentários:

Mauricio Morais disse...

Eu guardei esta edição da 4rodas até pouco tempo, antes de me mudar para o nordeste. A tinha comprado na banca e não em sebos. E me lembro que o dono da banca era meu amigo, cheguei a brigar com ele por causa daquele imenso pôster de divulgação que ficava pendurado na banca divulgando a revista do mês. Ele não queria me dar mas chorei tanto e enchi o saco dele tanto que quando chegou a nova edição ele me deu o pôster que ficou na porta de meu quarto por alguns anos.

Alexandre Zamariolli disse...

Por volta de 1997, tive o prazer de dividir a rua - ou melhor, a Av. Europa, em São Paulo - com o mesmo carro que aparece na foto. Essa placa é inesquecível.

Chico Rulez! disse...

ENZ-0040 e ENZ-0050 são as placas da F40 e F50, respectivamente, que eram do Lawrence Pih (do Moinho Pacífico). Depois de uma briga com o pessoal da Via Europa, ele vendeu todas as (várias) Ferrari que tinha. A F50 veio aqui para BH, comprada pelo finado Lilico. Depois da sua morte, foi vendida para São Paulo e foi batida num trackday em Interlagos, pelo filho do dono.

Agora, a história completa dessa, eu não sei.

Guilherme da Costa Gomes disse...

Rulez, vai mais fundo nesse assunto que parece ser interessante.
Quanto a você Luís, muita mania de grandeza... A indústria nacional tinha tanto carro bom... O Collor até elogiava...

F250GTO disse...

Dentre tantas obras de arte construidas em Maranello, a F-40 realmente merece um lugar de destaque.
É um carro que embora espartano, demonstra toda a personalidade de um verdadeiro carro esporte.
Suas linhas marcantes e seu motorzão deixaram todo o ferrarista e fan de esportivos do mundo todo, de cabelo em pé.
E particularmente para nós os brasileiros a chegada da F-40 ainda coincidiu com a reabertura das importações no inicio dos anos 90.
Um show de carro.

M disse...

Tive o prazer de dirigir uma !
Não é para a rua ! É um carro de pista !

Luís Augusto disse...

Chico, bem lembrado! A F-50 vivia passeando aqui na Raja Gabaglia, era figurinha fácil nos sábados ensolarados. Não sabia que deu PT.

Francisco J.Pellegrino disse...

Uma a menos !

F250GTO disse...

Chicão!
Já pra casinha!!!!
E vai ficar sem ração e sem agua.

Chico Rulez! disse...

PT? Não! Até onde eu sei, foi recuperável.

Chico Rulez! disse...

Descobri mais sobre a F50. Depois da morte do Lilico, foi vendida para o dono da Platinuss, importadora de SP. Esta F40, inclusive, já passou por lá. Depois de ter sido batida pelo filho do dono, a F50 foi reparada e vendida novamente. Não sei sobre o atual dono.

Luís Augusto disse...

Será que ela ainda está no Brasil? Era tão comum vê-la na Raja que não tive o cuidado de fotogrfá-la, vc teria alguma foto?

CSS disse...

No dia 26/11/10 essa da placa ENZ 0050 consta em nome da Platinuss. Não creio que tenha mudado de dono.
A lendária ENZ 0040 não está registrada em SP. Está em outro Estado que ainda não sei, pois no mesmo dia não tinha comunicação RENAVAM.

CSS disse...

...Agora sim, para quem ficou curioso, a ENZ0040 existe, está sim registrada em SP e depois de Pih teve dois proprietários: primeiro, o dono da fábrica da Coca-Cola de Ribeirão Preto, e atualmente uma construtora da capital que é Sociedade Anônima (portanto é estranho ter um bem de caráter tão "particular" como uma Ferrari em nome de uma S.A...).

Anônimo disse...

Ninguem tem o renavan de um desses dois modelos?