quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

VANTAGEM PARA O CONSUMIDOR, DESVANTAGEM PARA O FABRICANTE


O ângulo da foto não favorece muito a análise, mas é possível perceber que o Maverick sedã tinha distância entreeixos bem maior do que a versão cupê. Alardeada como uma vantagem para o consumidor, já que as quatro portas faziam presumir maior uso do banco traseiro, que ficava mais espaçoso com o entreeixos maior, a característica era um problema para a produção em larga escala, já que exigia maiores mudanças no ferramental. Nos EUA, onde as vendas sempre ficaram na casa das centenas de milhares por ano, tudo bem, mas no Brasil, as pífias vendas do Maverick sedã (menos de 12 mil unidades de 1973 a 1979) levam a crer que o modelo deve ter trazido mais prejuízos do que dividendos à Ford.

10 comentários:

Guilherme da Costa Gomes disse...

Ninguém curte o Maverick Sedan... eu acho que ia ser o máximno ter um 73/74 seis cilindros, câmbio na coluna/ banco inteiriço... É bonito demais!

Luís Augusto disse...

Hehehe, Guilherme, um amigo já teve esse Maverick que vc falou e considera que foi o pior carro da sua vida!

Guilherme da Costa Gomes disse...

Deve ser pior pra andar, mas pra ficar brilhando na garagem junto às outras centenas de carros imaginários, é uma beleza! se for Amarelo Tarumã então! mais bonito ainda!

roberto zullino disse...

Essa merda já era ruim na origem, aqui puseram o motor de jipe que era alto e tiveram que mexer e abaixar o berço dianteiro. A josta arfava e batia no chão na frente. O coupê parece um frango assado e o 4 portas nem isso. Mas deve pegar fogo legal, mais um lixão para fazer companhia aos Darts e Opalas, Aero Willys e outros.

Francisco J.Pellegrino disse...

Luis, o Zullino não tem jeito !, mas tem razão.

Tohmé disse...

Eita, fiquei até com vergonha de dizer que eu adoro o 4 portas....he, he

Felipão disse...

hahahahaah

pô... adoro o quatro portas também...

Felipão disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Renato disse...

Quase todo dia vejo um branco, 4 portas, parado no Brás... Tá bem judiado...

roberto zullino disse...

Informa o endereço no Brás que arrumei 10 litros de gasolina de avião. Tem que ser rápido que essa gasolina evapora depressa.