quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

SUTIS DIFERENÇAS


Lançado em 1974, o Opala SS4 surgiu para oferecer visual esportivo a quem havia entrado na neurose dos km/l, surgida com a crise do petróleo no ano anterior, algo que a Ford vinha conseguindo com sucesso graças ao Corcel GT. Em seu ano de estréia, os 4 cilindros se diferenciavam bem dos desejáveis SS6, que traziam a decoração esportiva e o acabamento mais caprichados - o SS4 era, basicamente, um Opala Especial (o basicão da linha) com o motor 151-S e faixas pretas em abundância. Com a renovação da linha em 1975, os Opalas "de briga" passaram a ser oferecidos em versões praticamente idênticas, com diferenças em detalhes mínimos, como adesivo alusivo ao número de cilindros nos paralamas dianteiros em 1975 e 1976, rodas inteiramente em opalescente no lugar daquelas com os rebaixos em preto do irmão rico, também até 1976 (como pode ser visto no SS4 1976 da foto) e ausência do console central até 1977. A partir de 1978, nem isso: os SS4 e SS6 só poderiam ser diferenciados pelo discreto logotipo 4100 nos paralamas dianteiros, próximos ao parachoque, presentes nos seis cilindros e suprimidos na linha 1979. O curioso é que a GM não se preocupou em diferenciar os seus esportivos dotados dos excelentes 250-S daqueles que vinham sem o veneno, talvez para não desmerecer a imagem do comprador do SS6 sem o opcional.

11 comentários:

Mário César disse...

Ah, que saudades me dá desses Opala SS, eu tive vários deles, dos primeiros de quatro portas ano 1971, até o 'último dos moicanos', o ano 1980. Engraçado, até nos anos de fabricação ele se igualou a um dos seus mais fortes adversários, o famigerado Dodge Charger R/T, também montado de 1971 a 1980...
Os modelos 1978 e 1979 tinham as faixas mais acentuadas, e um SS Laranja Boreal ou Amarelo Primavera era 'algo' a se conferir !!!!

Francisco J.Pellegrino disse...

Este é lindo..eu gostava do SS4 por opção econômica, era o que eu tinha no bolso.

pedro disse...

Lindo carro! Gosto do Opala mais do que de qualquer outro carro no mundo, por isso tenho dois!!
Só que existem alguns equívocos no texto e algumas partes diferentes dos originais na foto, vamos lá, vou se "chato" um pouco hehe...

Na foto, os frisos da grade dos SS4 nãoeram cromados e sim pintados de cinza, acompanhando amáscara que envolva os farois e as setas.

Esse retrovisor externo só saiu em 78, e era pintado na cor do carro. Em 76 (ano do carro da foto) usava-se o retrovisor redondinho com a base preta, que acompanhou o SS de 71 a 77 e os Opalas restantes até 79.

No texto diz que essa roda saiu até 77, mas na verdade 1976 foi seu ultimo ano, a partir de 77 os SS saíam de fábrica com as conhecidas como "repolho", que seguiu nos modelos SS até 80 (neste ano tinha opção de roda de liga) e os básicos de 1980 até sair de linha em 1992.
Os emblemas "4100" também saíram de linha em 78, nos 79 a única maneira de saber se era 4 ou 6 era olhando pela grade, isso sem entrar no carro e ligar, claro!

Belíssima foto, homenagem válida ao mais belo carro nacional de todos os tempos!

Luís Augusto disse...

Obrigado pelo comentário, Pedro, já fiz as correções.
Abração!

Noronha disse...

Lindo Opala!
Ainda consigo o meu!
Abrax

Felipão disse...

Lindo mesmo esse Opala...

Pelo texto e olhando o comentário do pedro, percebe-se o pq do texto ter sido chamado se "sutis diferenças"...

Por isso que eu sempre digo que venho aqui pra aprender, tanto com o Luis como com o pessoal que comenta por aqui...

roberto zullino disse...

Gosto do cinza.

Luís Augusto disse...

Não vou nem perguntar o nome do cinza...

Tohmé disse...

Luis, gostava muito do SS laranja.
Quanto aos kits, é só começar a montar devagar

roberto zullino disse...

Sei onde tem um original, baratinho, completo, ar condicionado e cinza lindão. Não conto nem amarrado que de repente alguém aqui vai querer comprar. Está pertinho de casa, em Carapicuíba City.

roberto zullino disse...

Ninguém gosta desse carro mesmo, pensei que fosse só eu. Ninguém se interessou pelo cinza original de carapicuíba city. Pessoal mais mão de vaca.