segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

OS DOIS GALÃS


A última Bienal do Automóvel deu aos fãs da Mopar uma rara oportunidade de ver reunidos os Chargers mais desejados das Américas do norte e do sul: o grandalhão 1968 derivado do full-size Coronet (americano) e o esguio 1972 feito a partir do compacto Dart (brasileiro). Apesar dos projetos totalmente distintos, carisma semelhante e preço nas alturas unem os dois musculosos, embora não seja difícil acreditar que importar o amarelinho tenha saído mais em conta do que adquirir o verde nesse estado de originalidade. Coisas do mercado...

14 comentários:

Francisco J.Pellegrino disse...

Lindos os Dodges...

Guilherme da Costa Gomes disse...

O R/T Verde Igarapé é mais bonito.

Luís Augusto disse...

Guilherme, o Zullino e o M vão debochar para o resto da vida, mas acho que também escolheria o nacional...

roberto zullino disse...

Eu escolheria os dois, mas para tacar fogo, devem dar um belo incêndio.

Felipão disse...

hauhauhauuauah

Carros Antigos disse...

KKKKK!
Olha, eu fico com o nacional por que o outro têm muito por aí e não é "coisa nossa".
Mas, aproveitando o gancho, os Dodges estão, ainda, com os preços nas alturas. Incrível, mas parece que esse preço veio para ficar. Nem quebrando o Citi os preços caem! ;)
Mas, dentre os mopar nacionais, fico com o RT 71, mais bonito que muitos dos congêneres americanos, se não!

Mauricio Morais disse...

Tem um charger americano aqui em João Pessoa que é um bar de motel ambulante, é sério. O cidadão, figura folclórica dos encontros da região colocou alumínio nas laterais internas da porta e no teto, brilha e reflete tanto quanto espelho.
Tirou o volante e colocou um manche de avião, fora as taças de cristal penduradas no painel, o frigobar no banco traseiro e os tapetes de pelúcia branca pra dar um clima. Um dia vou fotografar essa coisa e mostro aos amigos.

Luís Augusto disse...

Maurício, fotografa e manda para o Chico Rulez listado aí ao lado. Ele curte essas bizarrices.

M disse...

Me ofereceram um Charger 1970, completo e match numbers, por $11,000.
MAS é 318 e para fazer !
Quem se habilita ?

Carros Antigos disse...

Aposto que o Zullino pega.

roberto zullino disse...

Nah, muito dinheiro para tacar fogo. Além disso, o carro tem que ser reformado e esses carros quando estão enferrujados não fazem fogo bonito. Tinta nova é bem melhor.

Celso Lamas disse...

O Charger USA citado pelo colega era, na sua origem, um raríssimo Charger R/T 440 "six pack e four speed", cobiçado e muito escasso até nos EUA.

Até meados de 92, o carro ainda contava com a composição mecânica integral. Após isto, o motor foi encaminhado para SP e de lá não voltou mais. Neste intervalo, um alucinado comprou o carro e o chacinou com várias aberrações, desde bar móvel e pia na parte dianteira, até motor de Kombi Diesel na traseira...

Este Charger, se ainda estivesse original, valeria tanto quanto um Hemi matching numbers.

Anônimo disse...

Pena que este RT 1972 verde igarapé da foto está com a cor errada...sim, a tinta está fora do padrão original, e pra quem "diz" que tem os carros originais, este é um pecado mortal. Portanto, carro maravilhoso, mas com a cor errada, fora do padrão original. Só um comentário, mas que não desmerece o carro. Eduardo Valin

Unknown disse...

Olá, Maurício!
Gostaria de saber se você pode me ajudar a entrar em contato com o proprietário deste Charger 70.
Seguem meus contatos:
sandromopar@gmail.com
Cel.:11 96401-0486

Desde já agradeço sua atenção!
Abs,
Sandro