quarta-feira, 1 de setembro de 2010

NA ONDA DO OPALA LAS VEGAS


Se a moda do meio-teto de vinil casou bem com as linhas fluidas do Comodoro 1975-80, o mesmo não pode ser dito sobre o recurso em relação ao desenho quadrático do outrora desejado Charger R/T em 1978 - que, perdeu também as falsas entradas de ar ("flautas") no capô e vinha ganhando visual cada vez mais discreto nos anos anteriores, na tentativa de conter a decadência nas vendas. O teto "Las Vegas", como ficou conhecido por aqui (por ter aparecido pela primeira vez no Salão do Automóvel de 1974 em um Opala com essa denominação), era um clichê de estilo nos EUA dos anos 70, mas acabou saindo apenas nesse ano nos Charger, que ganhariam uma ampla remodelação no ano seguinte visando mais a sofisticação do que a esportividade.

7 comentários:

M disse...

Cafona de meter medo...

Paulo disse...

Vale lembrar que aqui no Brasil, esse modelo de meio teto de vinil começou no Simca Esplanada 6M em 1967. Lembro de ter visto duas Esplanadas com esse teto. Na epoca achava cafona, mas gostaria de ter um desse na minha garagem. No interior de São Paulo existe uma toda original.

roberto zullino disse...

enferrujava os frisos, apodrecia o vinil e a chapa, ou seja, era uma merda. fora a cafonália. ainda bem que fizeram poucos.

F250GTO disse...

E nas "bocas" de revendedores do centro da cidade, esse teto Las Vegas tambem era conhecido como "meia peruca".
Las vegas ou inteiriço, todo teto de vinil sempre foi um foco de ferrugem.
Romeu

By Alê disse...

Parabéns.:
o seu blog muito bom mesmo.
Convido todos a conhecerem o meu ok.
http://aturci.blogspot.com
Parabéns pela postagem.
Até a próxima.:

Luciano Jafet disse...

Embora um pouco espalhafatoso,o R/T 78 foi o mais lindo e espetacular dodge já fabricado até hoje,principalmente na raríssima cor vermelho verona com meio teto branco(o da foto é um bege indiano).Suas faixas laterais,lindas e harmoniosas,combinando com o teto Las Vegas e o capô liso,fazem dele o carro mais lindo e exótico já fabricado no Brasil,desde os primórdios da indústria automobilística brasileira.
Pena que foram fabricadas apenas 900 unidades!!!Como diria o ator Burt Ward(o Robin)!!Santo desperdício,Batman!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

fabricado 816 carros dodge 78